Marketing Opus 26/10/2020

Conheça agora os principais benefícios da gestão humanizada

O mercado de trabalho vem mudando bastante nos últimos anos. Há quem diga que a culpa é dos millenialls, a geração que nasceu entre a década de 80 e o início dos anos 2000 e que tem buscado por mais qualidade de vida e experiências do que bens materiais.

Independentemente de quem é o responsável por essas alterações, o fato é que a gestão humanizada tem sido pauta das empresas que vêm percebendo a melhora na produtividade e, consequentemente, no faturamento quando os empregados trabalham mais felizes.

Quer entender mais sobre isso? Confira nosso post!

O que é gestão humanizada?

A ideia de que os trabalhadores são meros repetidores de tarefas, tal qual Charles Chaplin mostrou em seu filme “Tempos Modernos”, tem ficado cada vez mais ultrapassada. Atualmente, as empresas que estão atentas às melhores práticas de gestão de pessoas já perceberam que o tratamento cuidadoso e empático com a equipe, levando em consideração que são pessoas com emoções e que não podem ser ignoradas na rotina de trabalho, é um caminho bastante positivo para melhorar a cultura interna e a produtividade.

Por isso, a gestão humanizada baseia-se em estimular um relacionamento positivo, valorizando a conversa dos gestores com seus subordinados, levando em consideração momentos difíceis que um colaborador possa estar atravessando, e não tratá-los apenas como máquinas infalíveis. Isso faz com que todos os envolvidos no processo produtivo se sintam mais valorizados e felizes dentro dos seus cargos, o que acaba por gerar diversos impactos positivos para a empresa como um todo.

Para isso, vale a pena trabalhar a liderança da organização, investindo em treinamentos que demonstrem a diferença entre chefes e líderes. Também é interessante estimular a escuta ativa e a comunicação aberta, melhorando a qualidade dos feedbacks de todos os envolvidos, afinal de contas, a empresa deve ser avaliada para ajustar os erros cometidos pelo caminho.

Quais são os benefícios da gestão humanizada?

Quando falamos em gestão humanizada, um dos principais benefícios que vêm à cabeça é o aumento da produtividade. Uma pesquisa realizada com as 500 maiores organizações do Brasil mostrou que a rentabilidade das empresas humanizadas mais que dobram em um período de 4 a 16 anos.

Essa é, com certeza, uma consequência importante de uma cultura que prioriza canais de comunicação mais abertos e o aumento do trabalho em equipe. No entanto, outro ponto fundamental que deve ser levado em consideração é a diminuição da rotatividade de empregados.

Uma organização que prioriza seus trabalhadores, que desenvolve práticas positivas e que entende que o seu melhor e mais importante recurso é o humano consegue reter (e atrair) mais talentos. Além disso, ela se destacar da concorrência, oferecendo uma prestação de serviços com qualidade superior e diminuindo o prejuízo financeiro que o processo de demissão pode causar para uma empresa.

Sempre que há uma rescisão contratual e uma nova admissão a ser feita, as empresas precisam dedicar tempo em treinamentos e no período de adaptação dos funcionários, o que causa um impacto negativo na produtividade.

A gestão humanizada também melhora a maneira como a organização é vista no mercado pelos clientes e fornecedores. Portanto, ela deve ser encarada como um investimento para quem deseja crescer de maneira organizada e sustentável e quer causar um impacto positivo no mercado.

Gostou do nosso post? Aproveite para entender a importância de se preocupar com a saúde dos colaboradores!



O quanto esse conteúdo foi útil?

0 / 5. 0

Compartilhar essa matéria


Artigos relacionados

5 principais habilidades do futuro que você precisa desenvolver

5 principais habilidades do futuro que você precisa desenvolver

02/10/2020

Analisando comportamentos de personagens da série Wandinha

Analisando comportamentos de personagens da série Wandinha

08/05/2023

Já ouviu falar em gaps de competência? Saiba como identificá-los

Já ouviu falar em gaps de competência? Saiba como identificá-los

10/02/2020