Wladimir Martins 26/05/2021

Como aliar transformação digital e humanização?

Ser considerado um gestor humanizado nos tempos atuais é uma tarefa árdua, não há como negar. Diante dos distanciamentos físicos e emocionais proporcionados pelos avanços tecnológicos rápidos e pelo protagonismo assustador que as máquinas tem alcançado em nossas vidas e rotinas diárias, praticar uma forma de gerenciamento centrada no bem-estar social e humanitário se equipara a nadar contra a corrente.

Mas independente da dificuldade enfrentada ou do trajeto tortuoso, devemos sempre ter em mente que procurar meios de exercer uma gestão humanizada é a coisa certa a se fazer, nesse e em qualquer outro momento das nossas vidas.

Apesar da importância da tecnologia e das máquinas, é o ser humano e suas habilidades cognitivas e emocionais que convertem o simples exercer repetitivo de uma função em uma socialização. São as pessoas e suas complexidades e particularidades que agregam beleza e mistério ao decorrer de nossas rotinas. Sem isso, seríamos apenas uma horda de manequins robóticos marchando freneticamente de um lado para o outro. E é por apresentar tamanha importância não só para a manutenção mas também para a existência da vida em coletividade que o ser humano necessita ser contemplado por uma gestão que trate acima de tudo de seu desenvolvimento enquanto indivíduo.

Exercer uma gestão humanizadora mediante a tanto distanciamento social é desafiador mas não impossível! Fazer com que as pessoas se aproximem mesmo estando distantes e não podendo sequer se ver ou se tocar presencialmente parece paradoxal mas pode e deve acontecer na prática. Aprender a usufruir de forma positiva das inovações e funcionalidades que a tecnologia nos proporciona é um passo fundamental para saber lidar com as transformações digitais que acontecem e continuarão acontecendo em escalas provavelmente mais avassaladoras.

Comecemos então a pensar por esse lado, como utilizar a tecnologia que tanto nos distancia para aproximar essas mesmas pessoas? Não é inacreditável conseguirmos nos comunicar e ver pessoas que estão há 50 quilômetros de nós ou até do outro lado do planeta? Não é muito mais confortável e tranquilizador podermos exercer nossa profissão diante do conforto da nossa sala de estar ou até mesmo do nosso quarto?

Não ter que passar horas e horas engarrafado num transito caótico, não ter que se apertar em transportes públicos precários, poder economizar consideravelmente com o combustível gasto geralmente em seu carro ou ainda com o almoço geralmente comprado fora de casa e por aí vai… Esses são apenas alguns dos pontos positivos que podemos destacar com a chegada mais contundente dos meios digitais nas nossas vidas. E dentro das relações de trabalho isso também chegou trazendo mudanças importantíssimas, a gente só precisa abrir os olhos e enxergar a melhor forma de utilizar essas inovações em nosso favor e não contra nós.

Humanizar a sua gestão em tempos tecnológicos seria acima de tudo, reunir ferramentas que estão a sua disposição para aproximar seus colaboradores uns dos outros e todos eles de você. Percebê-los com maior dedicação, devotar uma maior atenção aos posicionamentos e opiniões que eles registram e entender que agora mais do que nunca, um gestor precisa redobrar a confiabilidade e a compreensão que compartilha no dia a dia com os seus liderados.



O quanto esse conteúdo foi útil?

0 / 5. 0

Compartilhar essa matéria


Artigos relacionados

Como o autoconhecimento profissional pode alavancar sua carreira?

Como o autoconhecimento profissional pode alavancar sua carreira?

18/01/2018

Série “Mulheres de Personalidade”: Analisando o perfil comportamental de Cersei Lannister

Série “Mulheres de Personalidade”: Analisando o perfil comportamental de Cersei Lannister

15/02/2024

Você sabe como a geração Z pode mudar a sua organização? Não? Então está na hora de descobrir!

Você sabe como a geração Z pode mudar a sua organização? Não? Então está na hora de descobrir!

11/01/2019