Wladimir Martins 28/10/2021

5 PRINCIPAIS TENDÊNCIAS DO RH – PARTE II

Home Office

Tanto o trabalho híbrido quanto a jornada 100% home office são mudanças que acreditamos intensificar-se em2021. Assim que foi implementado incialmente, o sistema de trabalho em casa gerou um certo tipo de revolta nas pessoas em geral mas principalmente nos gestores, que se perguntavam constantemente “como fiscalizar a produção do colaborador?”. Estando distante dos funcionários e portanto não podendo acompanhar o desempenho diário de cada um deles era uma preocupação de muitas empresas, mas juntamente com as primeiras experiências em sistema home office surgiram também as primeiras mudanças na opinião dessas mesmas pessoas. Afinal, os gestores começaram a perceber que não havia de fato uma necessidade de fiscalizar ou monitorar o colaborador 8 horas por dia 5 dias por semana. Bastava apenas estabelecer objetivos e metas a serem cumpridos e deixar que o colaborador entregasse ou não a sua parte. A segurança e o conforto advindos do sistema home office pôde ser percebido tanto pelos colaboradores quanto pelos próprios gestores e líderes, que notaram um aumento da produtividade e crescimento da empresa mesmo em meio a um período tão complicado. E não foi apenas o crescimento individual o único benefício trazido pelo trabalho em casa, as empresas passaram a perceber também uma notável redução de custos que geralmente eram voltados a estadia do funcionário na empresa durante a carga horária de trabalho. Sem contar os benefícios adjacentes como a possibilidade de interação com colaboradores internacionais, o desenvolvimento da auto-gestão, o bem-estar individual e coletivo, o crescimento tecnológico e a criação das grades horárias flexíveis, que permitiu ao trabalhador em home office dedicar-se igualmente ao trabalho e aos outros afazeres da vida cotidiana.

Diversidade

Já é prática obsoleta e até considerada antiética permanecer dando prioridade para a contratação de pessoas do sexo masculino, brancas e de aparência que remete ao padrão de beleza eurocentrado por puramente preconceito. A diversidade nas empresas é mais que necessária e a inclusão de pessoas que não estão presentes em grandes números em cargos empresariais é essencial. A criação de processos seletivos focados na distribuição de vagas para mulheres, pessoas negras, pessoas trans e portadores de deficiência é uma excelente maneira de expandir a diversidade dentro do ambiente organizacional. Equipes de alta performance são geralmente formadas por muita diversidade de pessoas, pois diferentes pontos de vista são essenciais para obtenção dos melhores resultados.

Liderança Disruptiva

Outra prática que há tempos vem se modificando e evoluindo é a transformação da antiga liderança autoritária e conservadora em uma liderança humanitária, leve e focada na aproximação do líder e seus liderados. O antigo modelo do “chefe” cai em desuso e as novas práticas de liderança disruptiva surgem. Um líder disruptivo é aquele que busca acima de tudo criar vínculos emocionais com seus colaboradores como confiança e até amizade, afim de aproximá-los e construir uma relação que permita a abertura para feedbacks e reconhecimentos futuros. Esse modelo de liderança mostrou não apenas um aumento na produtividade e eficiência de cada colaborador individualmente, visto que o ambiente agora reflete maior tranquilidade e harmonia, como também gera bem-estar e serenidade para o clima organizacional de modo geral.

Soft Skills

As Soft Skills são as habilidade mais buscadas atualmente pelos recrutadores de empresas. Elas são habilidades adquiridas, ou seja, qualquer indivíduo pode desenvolver e exercitar e geralmente estão relacionadas diretamente com o relacionamento interpessoal de um indivíduo. São exemplos dessas habilidades a inteligência emocional, a empatia e a resiliência. Resumidamente, as soft stills abrangem toda e qualquer habilidade comportamental e que diz respeito ao modo como você melhor poderia se relacionar socialmente. Elas alcançaram tamanha importância enquanto critério de contratação devido a indicadores que analisaram diferentes tipos de perfis e chegaram a algumas características facilmente adaptáveis e que transformam consideravelmente o ambiente de trabalho.

Transformação Tecnológica

Uma grande e positiva tendência do RH para o futuro é sem dúvidas ser capaz de abraçar e se adaptar aos novos e muitos meios tecnológicos e suas funcionalidades que a cada dia surgem mais fortes e arrojados. Como o isolamento nos trouxe a necessidade de usufruir totalmente dos aparelhos eletrônicos e meios tecnológicos para conseguirmos nos manter ativos e conectados, essa demanda abre caminhos para o surgimento de mais inovações e melhoramentos acerca da tecnologia e suas ferramentas de uso e exploração. Câmeras, recursos de captação de voz, sonoplastia, softwares e aplicativos irão com mais recorrência se aprimorar e voltar-se totalmente a suprir as principais necessidades de seus usuários. Atualmente existe inclusive profissões voltadas a monitorar e identificar as principais demandas e avaliações de usuários de aplicativos e meios digitais de comunicação e trabalho.



O quanto esse conteúdo foi útil?

0 / 5. 0

Compartilhar essa matéria


Artigos relacionados

Veja a importância da vulnerabilidade para seu crescimento profissional

Veja a importância da vulnerabilidade para seu crescimento profissional

15/03/2020

Entenda como e por que fazer a análise comportamental da equipe

Entenda como e por que fazer a análise comportamental da equipe

05/02/2019

Saiba tudo sobre como fazer um curso à distância!

Saiba tudo sobre como fazer um curso à distância!

29/03/2020