Marketing Opus 28/03/2016

Você Acredita em Intuição?

Por Lélian Garrido

Sempre na minha trajetória, procurei equilibrar a razão e a intuição, mas como não acredito em coincidências, todas às vezes que não segui a minha intuição, não segui o que meu coração dizia, tive problemas e em seguida senti a dor do arrependimento.

É muito importante estarmos atentos aos sinais que a vida nos apresenta, constantemente não ouvimos ou percebemos esses sinais. Algumas pessoas chamam de intuição, outros dizem que é o anjo da guarda, outros chamam de voz interior. Independente do nome que se dê ou da forma como se sente, o que ocorre é que por diversas vezes ficamos alheios ao que os nossos corações dizem, ao que nossa intuição fala e depois nos arrependemos de não ter seguido estes sinais.

Estes sinais, esse sentimento que nos deixa entre a “cruz e a espada” são capazes de nos livrar de várias situações difíceis, quem nunca disse “eu ia, mas de última hora desisti”. Confiar na intuição é um grande desafio, pois o senso comum ainda considera a intuição como um conhecimento arriscado, que não se deve levar tão a sério. Quem não acredita em si mesmo por exemplo tem uma grande dificuldade em crer na sua intuição, a baixa autoestima faz com que haja uma desconfiança no que vem de si mesmo, reduzindo assim a sua capacidade intuitiva.

O poder da intuição está justamente no fato da necessidade de eliminar as crenças limitantes, acreditar que somos capazes de realizar tudo que quisermos e que existe algo muito maior que sentimos e que pode nos levar a decisões e direções mais assertivas. Claro que nesse processo inúmeras perguntas surgem como por exemplo:

Como seguir a nossa intuição?

Como ouvir o que o nosso coração está tentando nos avisar?

Não podemos esquecer que a Intuição é uma forma de conhecimento, de sentimento que está dentro de todos nós e mais importante todas as pessoas sabem utilizar. Contudo, deixam de lado a oportunidade da mente intuitiva abrir-se para as respostas inovadoras, confundindo este conhecimento com questões religiosas, adivinhações e outros. O fato é que precisamos aprender a confiar na intuição com o objetivo de facilitar nossa caminhada.

Com um comportamento mais reflexivo e uma postura voltada para o desenvolvimento da autoconfiança, todos são capazes de desenvolver a intuição. A mudança ocorrerá a partir do momento em que ficar atento, escutar a si mesmo e treinar esta habilidade maravilhosa que o ser humano tem. É só não deixar que os sinais e os símbolos passem despercebidos.

Sendo assim, seremos capazes de confiar na intuição à medida que desenvolvemos a autoconfiança, que acreditamos em nós mesmos, na medida em que ampliamos o nosso autoconhecimento, desta forma conseguiremos separar os medos e desejos da nossa intuição, daquilo que o nosso coração diz, fortalecendo cada vez mais nossa poderosa voz interior.

Sucesso!!!



O quanto esse conteúdo foi útil?

2.3 / 5. 3

Compartilhar essa matéria


Artigos relacionados

Descubra como criar um organização criativa por meio da inovação!

Descubra como criar um organização criativa por meio da inovação!

12/05/2020

Conheça a análise comportamental e sua aplicação!

Conheça a análise comportamental e sua aplicação!

07/06/2019