Wladimir Martins 29/10/2019

Guia completo para você definir suas metas pessoais para o ano de 2020

Todo final de ano é a mesma coisa: jantares em família, presentes especiais, comidas gostosas e a famosa listinha de resoluções que nunca se transforma em conquistas. O fato é que apenas colocar nossos sonhos no papel não faz com que eles se realizem, é preciso agir. Isso porque definir nossas metas pessoais para o novo ano não é o desafio, fazê-lo da forma correta, sim.

Independentemente de seu objetivo ser pessoal ou profissional, criar um planejamento estratégico com um passo a passo bem definido, estabelecer suas metas, entender realmente o que elas significam não só em essência, mas de forma concreta e definir qual o ponto exato no qual você pretende chegar são elementos fundamentais para um bom resultado ao final do ano.

Pensando nisso. preparamos este guia completo para que você defina e realize, com sucesso, suas metas para o ano de 2020. Prepare papel, caneta ou seu bloco de notas — caso prefira — e vamos lá!

O que são metas pessoais

A palavra “meta” no dicionário significa, de forma resumida: limite, alvo, marco. Portanto, metas pessoais seriam os passos necessários para que seus objetivos preestabelecidos, que geralmente são mais abrangentes, possam ser alcançados. Vamos exemplificar.

Pode ser que um de seus objetivos seja ganhar mais dinheiro. Essa frase é generalista, superficial e não nos mostra como esse objetivo pode ser alcançado. Em contrapartida, temos a meta, que precisa ser específica, mensurável, atingível, relevante e temporal. Essas cinco palavrinhas formam o acrônimo SMART, que é uma ferramenta poderosa muito utilizada no coaching e no ramo empresarial.

Portanto, uma boa frase para representar o objetivo citado anteriormente seria algo como: minha meta é ganhar R$ 10 mil reais até dezembro de 2020. Para que isso aconteça, eu vou… E então, você lista o passo a passo ideal do que seria necessário fazer para que seu objetivo seja alcançado por meio das metas estabelecidas.

Por que é importante definir metas pessoais para 2020

Quando o nosso objetivo ou nosso sonho fica apenas no papel, as chances de acontecerem são mínimas. Uma resolução por escrito não caracteriza uma meta realizável e já vimos o porquê disso. Mas antes que a gente possa avançar e começar a planejá-las de forma efetiva, é importante entender a real importância de definirmos nossas metas.

Veja bem, todas as pessoas, sem exceção, têm crenças que as acompanham ao longo da vida e, que muitas vezes, tiveram sua origem ainda na infância. Essas concepções da realidade ficam armazenadas no nosso subconsciente, o que dificulta sua percepção em um primeiro momento e podem ocasionar diversas dificuldades ao longo da vida. São as chamadas crenças limitantes.

Assim, entender a importância de cada meta é de extrema importância para que essas crenças não atrapalhem sua execução. Obviamente, quando uma crença é identificada ou quando há a dificuldade de realizar ou executar o que quer que seja, é imprescindível buscar um profissional — como um coach ou um psicólogo — para indicar a melhor forma de tratar essa crença.

Ainda que as crenças não sejam o problema, definir metas é essencial para que você possa analisar quais são as etapas necessárias, quais delas você já atingiu e até o que pode ser melhorado durante o processo.

Quais os benefícios da definição de metas para o desenvolvimento pessoal e profissional

As metas são a representação do seu destino ideal, a sua “ilha paradisíaca”. É como disse Sêneca, filósofo romano (4 a.C. – 65 d.C.):

Quando se navega sem destino, nenhum vento é favorável.

Tendo isso em mente, fica claro que definir objetivamente nossas metas pode trazer inúmeros benefícios não só para a nossa vida pessoal, como para a profissional. Quais seriam exatamente esses objetivos? Aqui estão:

  • Ter um mapa para o seu tesouro, ou seja, você vai saber onde está no atual momento de sua vida e qual o caminho exato que você precisa percorrer para chegar ao seu objetivo;
  • Ter mais clareza sobre o que você quer e o porquê, de forma que fique mais fácil se comprometer com seus resultados;
  • Definir metas condiciona sua mente a cumpri-las e realizá-las, isso porque nosso cérebro é seletivo e armazena apenas as informações mais relevantes para nós.
  • Exercita nossa resiliência e determinação, já que, em muitos momentos, será necessário se adaptar, redefinir e até mesmo desenvolver disciplina para que as metas sejam cumpridas.

Não importa se a sua meta é fazer uma transição de carreira ou emagrecer, essas benefícios valem para a sua vida pessoal e profissional de forma geral. Além deles, temos ainda o benefício mais almejado: alcançar seu objetivo final, seu tesouro.

O que considerar ao definir metas pessoais

Ao definir suas metas pessoais, é importante atentar-se a algumas questões e cuidados para que seu planejamento rumo à vida dos seus sonhos não se transforme em um pesadelo. Acontece que muitas pessoas acabam abandonando seu círculo social, por exemplo, e focam apenas na execução de sua estratégia. E isso pode ser um problema!

Abdicar de momentos de lazer com seus familiares e amigos pode trazer o oposto daquilo que você deseja alcançar. Não se isole nem exclua seus momentos de diversão — eles podem aliás, ser um excelente combustível para suas realizações. Além disso, outros itens devem ser considerados. Olha só!

Sua meta é realmente sua? Qual o principal motivo de você querer conquistar determinado objetivo? Pense nisso antes de se aventurar em busca de um sonho que não é seu. Outra coisa, é possível realizar o que você almeja no prazo definido com as habilidades que você tem hoje ou será preciso adaptar prazos ou aprender novas competências antes de começar?

Já fez tudo isso? Então, agora é hora de planejarmos juntos suas metas!

Como fazer o planejamento das metas pessoais

Para que um bom planejamento seja feito, vamos juntar tudo o que vimos até agora: objetivo principal — seu sonho —, metas SMART, hard e soft skills — suas habilidades naturais ou adquiridas. Agora, vamos explicar e exemplificar o passo a passo para a definição de suas metas para o ano de 2020!

Escolha o seu objetivo principal

Nada impede que você tenha mais de um objetivo, no entanto, é indicado que você escolha apenas um como principal e concentre seus esforços em alcançá-lo. Logo, todos os outros serão secundários, portanto, não essenciais para o sucesso de sua estratégia ao final do processo. Com isso em mente, como fazer para escolher apenas um objetivo? Na verdade, é mais simples que parece.

Seu objetivo principal precisa ser algo que, quando conquistado, influencie positivamente em todas as outras áreas de sua vida. Para ajudar nessa escolha, faça o seguinte: pegue um papel e divida-o em quatro quadrantes:

  • no quadrante superior esquerdo, escreva a palavra “pessoal”;
  • no quadrante superior direito, escreva “profissional”;
  • no quadrante inferior esquerdo, escreva “relacionamentos”;
  • por último, no quadrante inferior direito, escreva “finanças”.

Abaixo de cada uma palavra dessas, em cada quadrante, você vai listar até 10 objetivos desejados e que você gostaria de realizar este ano. Feito isso, reflita sobre a real necessidade de alcançar cada um dos itens e qual deles poderia impactar em todas as outras áreas se concretizado. Escolheu? Ótimo! Esse será o seu objetivo principal para o ano de 2020 e apenas o início de seu planejamento.

Considere suas habilidades

Todos nós carregamos conosco habilidades específicas, sejam elas naturais ou adquiridas. Essas habilidades podem ser:

  • soft skills: nossas habilidades ligadas ao nosso comportamento: comunicação eficiente, empatia, colaboração, planejamento ou organização, flexibilidade, criatividade, entre outras;
  • hard skills: nossas habilidades técnicas, geralmente adquiridas com muito estudo e prática.

Mas você pode estar se perguntando “por que considerar minhas habilidades é tão importante para as metas pessoais?”. A gente explica!

Digamos que a sua meta seja conquistar um emprego em uma determinada empresa e essa oportunidade exige uma graduação ou hard skill específica. Se você não atende aos pré-requisitos, essa meta pode não ser alcançada de uma hora para outra (afinal, uma graduação leva alguns anos).

Seguindo esse pensamento, se você já possui as exigências anteriormente descritas, as chances da vaga almejada ser sua aumentariam drasticamente. Assim, analisar quais são as habilidades necessárias para a realização do objetivo definido por você e se você já tem essas habilidades é crucial para seu resultado.

Definindo de fato as metas para 2020

Agora que você já sabe qual o seu objetivo e se suas habilidades são coerentes com sua realização, vamos transformá-lo em uma meta. Lembrando que objetivo é superficial e difícil de ser alcançado. Já a meta precisa ter algumas questões pontuais para que possa ser definida. Vamos falar sobre elas!

Sua meta deve ser específica

Para que uma meta seja específica, ela precisa ser completa. Não basta dizer “quero emagrecer em 2020”, isso não é específico, tampouco completo.

Um meta específica precisa responder a algumas perguntas, tais como:

  • Qual o objetivo a ser alcançado com essa meta?
  • Sei o que precisa ser feito para alcançá-la?
  • Tenho as qualificações necessárias para isso?
  • Caso não tenha ou precise de apoio, quem poderia me auxiliar?
  • O que eu preciso fazer para realizá-la?
  • Como devo fazer isso?
  • Em quanto tempo pretendo realizá-la?

Quanto mais informações você tiver, melhor. Uma boa opção para transformar o objetivo citado no início desse tópico em uma meta realmente específica seria completar a sentença desta forma:

“Quero emagrecer 10 quilos em 6 meses. Para isso, vou iniciar uma alimentação balanceada e atividade física diariamente”.

Para ter certeza se essa é uma meta realmente específica, vejamos se ela responde às perguntas anteriores:

  • Qual o objetivo a ser alcançado com essa meta? Emagrecer dez quilos;
  • Sei o que precisa ser feito para alcançá-la? Sim;
  • Tenho as qualificações necessárias para isso? Sim, mas preciso de ajuda em algumas etapas;
  • Caso não tenha ou precise de apoio, quem poderia me auxiliar? Um personal trainer e um nutricionista;
  • O que eu preciso fazer para realizá-la? Alimentação balanceada e atividade física;
  • Como devo fazer isso? Seguindo um cardápio de alimentação e frequentando a academia diariamente;
  • Em quanto tempo pretendo realizá-la? Em até 6 meses para o peso total e, em média, dois quilos por mês.

Agora, sim, temos uma meta realmente específica! No caso de metas empresariais ou de equipe de forma geral, vale fazer um diagnóstico de clima organizacional antes de iniciar esse momento de definição de metas, alinhando o resultado nessa fase de planejamento para melhores resultados. Você pode aproveitar e fazer um diagnóstico de sua vida pessoal também, o que acha?

Sua meta deve ser mensurável

Uma meta também precisa ser mensurável, ou seja, ela precisa ser medida. Imagine a seguinte situação: você quer aprender inglês, chegando ao nível intermediário em um ano. Para isso, contratou um professor particular com aulas 3 vezes por semana. Essa é a sua meta específica. Como você pode saber em que ponto você estava no início do processo e como fazer para medir seus resultados ao longo do tempo?

Você vai precisar utilizar um indicador-chave de performance, ou KPI. Existem milhares de indicadores que podem ser medidos e será preciso determinar quais são os seus para cada meta definida. No caso do aprendizado de inglês, uma forma de fazer isso seria com a aplicação de avaliações periódicas, sendo uma no início do processo, algumas de tempos em tempos e outra para finalizar.

Essas avaliações poderiam ainda se ramificar em escrita, conversação e leitura, por exemplo. O mais importante na definição do seu KPI é analisar se ele realmente mede os resultados com precisão, se esse resultado é relevante e que esse acompanhamento seja periódico.

Sua meta deve ser atingível

De nada adianta ser específico e mensurável se sua meta não for de fato atingível. Ainda que isso pareça óbvio, muitas pessoas acabam se atrapalhando justamente nessa questão, o que pode acabar gerando frustração e a sensação de incapacidade — quando, na verdade, bastava apenas adaptar sua meta para a sua realidade.

Para definir se sua meta é atingível, além de já ter respondido às perguntas anteriores (sim, é necessário), questione-se:

  • a meta x é realmente possível de ser executada no prazo estabelecido?
  • qual o tempo ideal (e possível) para que essa meta seja realizada de acordo com as minhas aptidões neste momento?
  • a execução dessa meta depende apenas de mim ou seria necessário levar em consideração outros fatores?

Dê margem para os imprevistos. Se tem uma coisa que você precisa aceitar como fato concretizado é que eles sempre vão acontecer. Respondeu? Então, vamos para o próxima questão!

Sua meta deve ser relevante

Algo que não é relevante não é levado à sério. Essa parte é complemento daquela etapa na qual você analisou e escolheu apenas um objetivo, lembra? Ter uma meta que realmente faça a diferença em sua vida é importante para que a sua motivação seja intensificada.

O ser humano é procrastinador por natureza. Ainda que haja exceções, as chances de você fazer algo para alcançar uma meta que não seja relevante são mínimas. Sendo assim, ter esse cuidado na escolha de sua meta pode fazer toda a diferença no resultado dessa jornada. Mas, calma, que ainda tem mais uma coisa para finalizarmos essas questões.

Sua meta deve ser temporal

Se você não tem um prazo para cumprir uma tarefa, isso significa que você pode alcançar essa meta em um dia, um mês, um ano. Sem um prazo fica difícil saber o que fazer, quando fazer ou até em quanto tempo fazer. Para que essa etapa seja concluída com sucesso, sua meta precisa ter uma data final para ser alcançada e micrometas — metas menores — durante o processo. Assim:

  • meta: emagrecer 10 quilos;
  • janeiro: emagrecer 2 quilos;
  • fevereiro: mais dois quilos; e assim sucessivamente.

Dessa forma, você garante não só que a sua meta tenha um prazo definido e possa ser realizada de forma mais efetiva, como também pode incrementar esse processo com recompensas por cada micrometa alcançada. Deixe sua criatividade fluir!

Exemplos de metas para 2020

Agora que chegou até aqui, que tal alguns exemplos de metas para o ano de 2020? Vamos lá!

Todos sabem que cuidar da saúde é indispensável para um bom rendimento no trabalho e na vida. Essa é também uma das áreas na qual as pessoas mais costumam estar insatisfeitas. Cuidar da saúde, de alguma questão específica que vem atrapalhando seus resultados ou até mesmo emagrecer, como no exemplo que usamos neste artigo, poderia ser uma ótima escolha.

Outra área na qual encontramos muitos sonhadores é a profissional. Mudar de profissão, fazer uma transição de carreira, conquistar um aumento de salário ou até se aposentar são objetivos que podem ser adaptados para que se tornem metas. Seja qual for a sua maior dificuldade: saúde ou profissional, familiar ou finanças, lembre-se de definir suas metas com base nas informações listadas no tópico a seguir.

Agora é hora de sair do time dos sonhadores e fazer parte do time dos realizadores!

Passos para alcançar as metas traçadas

Chegou o momento de agir! Para isso, vamos ao passo a passo completo do que já vimos complementado com dicas essenciais para que você defina suas metas com base em seus indicadores pessoais e tenha resultados incríveis neste ano.

  1. Comece definindo seu objetivo principal para o ano;
  2. Analise se suas habilidades atuais permitem que você alcance esse objetivo;
  3. Transforme-o então em uma meta, que deve ser: específica, mensurável, atingível, relevante e temporal;
  4. Crie micrometas e recompensas para quando elas forem cumpridas;
  5. Faça como a geração Z e use a tecnologia ao seu favor: aplicativos de gerenciamento do tempo, comunidades de apoio nas redes sociais e outros.

Faça tudo isso analisando sempre seus indicadores pessoais. Aliás, aproveite para conhecer um pouco sobre eles!

Indicadores pessoais para a definição de metas

Os KPIs já fazem parte do mundo corporativo há algum tempo, mas você sabia que eles podem ser facilmente adaptados para o universo pessoal? Sim! Estamos falando dos nossos indicadores pessoais de desempenho e são grandes aliados na definição e execução de nossas metas.

Nossos KPIs pessoais também utilizam as metas SMART e podem ser divididos em diversas áreas (desenvolvimento pessoal, relacionamentos, finanças, saúde e até tarefas domésticas). Alguns indicadores que podem ajudar em seu planejamento para 2020 são:

Organização do tempo

Saber organizar o seu tempo para que todas as etapas de seu planejamento sejam cumpridas no prazo é o primeiro indicador extra que precisa ser incorporado à sua rotina.

Produtividade

Com a organização em dia, em seguida temos a produtividade. Analisar se sua rotina está sendo de fato produtiva é o segundo pilar dos indicadores pessoais para o sucesso da sua meta.

Criatividade

Sim, parece abstrato, mas esse é o terceiro pilar dos indicadores pessoais. A criatividade surge quando nada mais parece funcionar. Em muitos momentos ,será preciso refazer ser planejamento ou readaptar as circunstâncias. A criatividade está aí para ajudar!

Responsabilidade

Por último, mas não menos importante, temos a responsabilidade, que é o pilar estrutural que define o seu comprometimento com as metas estabelecidas. É ela que vai definir se sua meta será ou não realizada.

Analisando com calma o que realmente espera alcançar, o que de fato pode fazer para que isso aconteça e as formas que vai utilizar para medir seus resultados ao longo do tempo, você já vai estar alguns passos mais próximo de suas metas, de seus sonhos.

Vale ressaltar que foco e disciplina são fundamentais durante todo o processo, desde o planejamento até a execução. Sem eles, fica muito difícil alcançar resultados expressivos e satisfatórios. Contar com uma mentoria empresarial, quando for o caso, ou até pessoal pode representar aquela pecinha que falta para completar o quebra-cabeça.

Além disso, é sempre possível e recomendável solicitar ajuda quando necessário. Nesses casos, um profissional renomado ou uma empresa séria em sua rede de apoio poderão indicar o melhor caminho e ajudar a identificar se você tem alguma crença limitante e até quais são suas habilidades que mais se destacam e que podem alavancar seu rendimento.

Ufa! Agora, sim, seu planejamento está completo e você já pode partir para a ação. Não se esqueça de analisar seus indicadores de desempenho periodicamente de se adaptar quando for necessário. Aplicando esse passo a passo e seguindo nossas orientações direitinho você certamente vai criar um planejamento eficaz digno de bons resultados ao final de 2020 e, claro, com suas metas pessoais realizadas (não só neste ano, inclusive!).

Gostou das dicas? Então, compartilhe este guia em suas redes sociais para ajudar aquela pessoa especial que precisa aprender a se planejar para sair do time dos sonhadores para o dos realizadores junto com você!



O quanto esse conteúdo foi útil?

5 / 5. 1

Compartilhar essa matéria


Artigos relacionados

Entenda o que é mentoria profissional e quais os benefícios que esse processo gera para a sua carreira!

Entenda o que é mentoria profissional e quais os benefícios que esse processo gera para a sua carreira!

13/01/2019

O que são soft skills? Entenda esse conceito e saiba como elas impactam a produtividade de uma empresa!

O que são soft skills? Entenda esse conceito e saiba como elas impactam a produtividade de uma empresa!

02/01/2019

Como delegar tarefas de forma eficaz?

Como delegar tarefas de forma eficaz?

19/08/2021