Wladimir Martins 01/08/2022

Demissão: Como lidar e seguir em frente?

Em diversos momentos da vida somos submetidos a lidar com situações que não esperávamos e para as quais não estávamos preparados emocionalmente, uma destas situações é a demissão de um emprego. Ser demitido, principalmente sem aviso prévio, é extremamente delicado devido a brusca ruptura de rotina e convívio na qual o trabalhador já se encontrava adaptado na maioria das vezes. O término de uma relação trabalhista assemelha-se a um sentimento de luto, segundo especialistas, pois em decorrência de uma demissão podem surgir sentimentos depressivos, desestimulantes entre outros riscos para a saúde mental do indivíduo em questão. A seguir vamos compartilhar algumas dicas simples de como tentar lidar de uma maneira mais saudável, focada na redução de danos psicológicos, com uma demissão ou situação similar de vulnerabilidade.
Logo no início da demissão, quando o colaborador experimenta pelos primeiros dias a sua nova rotina com a ausência do antigo trabalho, algumas emoções iniciais como: angústia, ansiedade, inquietação e incredulidade podem atrapalhar as tentativas de permanecer são e saudável. Existem no entanto algumas estratégias viáveis para trabalhar a superação, o recomeço, a perseverança e a estabilidade da auto estima.

1-Busque por novas e informais fontes de receita.

Enquanto uma nova vaga não surge, é interessante analisar e preocupar-se com as suas finanças de modo a não permitir que uma situação financeira mais complicada se estabeleça. Portanto arrisque-se nas coisas que você sabe fazer bem e se jogue em novas maneiras de conseguir uma fonte de renda, mesmo que inicialmente isso demande algum investimento ou uma maior dedicação e tempo.

2-Atualize seu currículo e engaje no seu networking.

Outra dica importante é focar na atualização e valorização do seu currículo online em plataformas de recrutamento. Acrescente soft e hard skills, habilidades extra curriculares, estágios, voluntariados, certificações e tudo o que mais você possuir que possa lhe agregar na hora de competir por uma vaga no mercado.

3-Reavalie sua trajetória e escolhas.
Por fim, reavalie a sua carreira e se realmente você encontra-se na área de maior interesse ou aptidão, indivíduos que não sentem prazer em suas profissões tem chances maiores de se sentirem abalados, desanimados, frustrados e apáticos na hora de buscar por novas vagas de emprego e ter que enfrentar toda a burocracia e desgaste dos processos seletivos.



O quanto esse conteúdo foi útil?

0 / 5. 0

Compartilhar essa matéria


Artigos relacionados

5 habilidades interpessoais fundamentais para o ambiente profissional

5 habilidades interpessoais fundamentais para o ambiente profissional

22/11/2019

5 técnicas essenciais de como motivar pessoas

5 técnicas essenciais de como motivar pessoas

02/10/2020