Wladimir Martins 29/01/2020

Reskilling: por que precisamos nos reinventar no mercado de trabalho?

A competição no mercado de trabalho é intensa, sendo importante buscar mais qualificação para crescer na carreira e se destacar. O reskilling pode ajudar a trazer novas competências e melhorar o desempenho do colaborador.

Neste artigo, vamos entender o que é reskilling e qual é a diferença dele para o upskilling. Além disso, mostraremos a importância de se reinventar no mercado de trabalho. Acompanhe a leitura!

O que é reskilling?

O termo reskilling pode ser traduzido como requalificação. Ele significa aprender ou desenvolver novas habilidades. Dessa forma, o profissional adquire conhecimento suficiente para atuar de forma diferente no trabalho.

Ao desenvolver-se, a pessoa aprimora sua carreira e se torna capaz de mudar de função, caso tenha esse desejo, ou se a empresa precisar fazer a realocação. Portanto, ele passa a ser um colaborador versátil, flexível e com alta empregabilidade.

Qual é a diferença em relação ao upskilling?

O upskilling trata sobre o aprimoramento, que significar desenvolver-se no campo em que já há certo domínio. Dessa forma, o profissional desenvolve as qualificações que já fazem parte do seu conhecimento, o que ajuda a agregar valor à instituição na qual trabalha.

Isso pode contribuir para que a pessoa agregue mais valor para a empresa e se torne mais atrativa nos processos de recrutamento. Já o reskilling serve para ajustar a rota, permitindo que o indivíduo adquira outras habilidades que serão necessárias para mercado de trabalho.

Por que é tão importante se reinventar no mercado de trabalho?

Se reinventar no mercado de trabalho é fundamental para o crescimento na carreira, pois auxilia o profissional a adquirir novas habilidades. Também é uma forma de sair da zona de conforto, já que a pessoa terá que se preparar para aprender uma nova competência.

A grande vantagem de se reinventar é conseguir novas oportunidades profissionais, já que você será um colaborador mais completo e que demonstra que está em constante aprimoramento.

As vantagens de um colaborador de alta performance não são exclusivas para as empresas, já que ele mesmo consegue privilégios, como trabalhar na área que gosta, ser valorizado e ser bem-remunerado.

Quais competências podem ser desenvolvidas?

Você pode usar o reskilling para adquirir competências técnicas e comportamentais. Para o lado técnico, é fundamental adquirir habilidades relacionadas a tecnologia. Grande parte dos processos estão sendo automatizados, por isso, é importante estar por dentro dessa realidade para se manter atraente para os recrutadores.

No lado comportamental, você também pode desenvolver competências relevantes, como a criatividade, a comunicação e a adaptabilidade. Essas características, conhecidas como soft skills, são cada vez mais valorizadas pelas empresas, pois são mais difíceis de serem desenvolvidas.

Portanto, vimos o que é o reskilling e como é importante para a carreira profissional. Quem não busca novas competências pode sofrer para conseguir recolocação ou, até mesmo, crescimento dentro da empresa em que atua. As facilidades para adquirir novas habilidades, por meio de cursos a distância e outros treinamentos, permitem o desenvolvimento e o aprendizado de novos conhecimentos, o que é fundamental para o sucesso.

Gostou do nosso conteúdo? Então, aproveite para ler outro artigo do nosso blog que trata sobre o que é cultura organizacional e como desenvolvê-la!



O quanto esse conteúdo foi útil?

0 / 5. 0

Compartilhar essa matéria


Artigos relacionados

Analisando Perfis Comportamentais de Personagens: Stranger Things

Analisando Perfis Comportamentais de Personagens: Stranger Things

27/09/2022

Já ouviu falar na técnica Pomodoro? Veja como funciona na prática

Já ouviu falar na técnica Pomodoro? Veja como funciona na prática

25/03/2020

Entenda como as crenças limitantes afetam a sua vida e aprenda a acabar com elas!

Entenda como as crenças limitantes afetam a sua vida e aprenda a acabar com elas!

18/01/2019