Wladimir Martins 07/06/2022

Gestão comportamental: tudo o que você precisa saber

A gestão comportamental se trata de um método de gerenciamento, bastante utilizado nos dias atuais, onde, através da análise de comportamento, as empresas conseguem alinhar os perfis dos colaboradores às suas necessidades. Se refere ao estudo comportamental dos profissionais, onde é possível observar, extrair e aproveitar ao máximo suas habilidades. Essa forma de gestão é fundamental, pois possibilita uma coordenação de cargos mais precisa, proporcionando um processo seletivo eficaz, sendo benéfica à entidade na redução de falhas, no aumento da produtividade e na expansão de seus resultados.
A gestão comportamental é a mola mestra da empresa, isso porque as habilidades dos colaboradores são cruciais para que a entidade alcance bons resultados, e consequentemente disponha de um ambiente agradável e construtivo de trabalho. Mas como fazer uma boa gestão, baseada no comportamento de seus funcionários, ou melhor dizendo, colaboradores?
Em 2014, o IBGE chegou a contabilizar mais de 14 milhões de brasileiros desempregados e 56% dos trabalhadores que possuíam carteira assinada se encontravam insatisfeitos com seus empregos. Isso pode ser explicado, dentre outros fatores, por uma gestão comportamental ineficiente, onde as habilidades dos colaboradores não são identificadas ou estão mal alocadas. Além disso, não há motivação suficiente para que esses profissionais se sintam satisfeitos e realizados em seu trabalho.
Por esse motivo, os recursos e capital humano é tão importante. Sem ele, não é possível melhorar e desenvolver o ambiente de trabalho e toda a sua organização. Investir em programas e treinamentos para aprimorar as capacidades e talentos dos funcionários certamente elevará os resultados da empresa, fazendo-a alcançar outro patamar, mais consistente, forte e inovador.
Outro importante objetivo da gestão comportamental é conseguir alinhar o perfil dos funcionários aos valores da organização. Observar quais deles conseguem, a partir de suas competências, fazer com que a empresa alcance sua visão e missão no mercado, aproximando as características de cada um à cultura real da instituição.
Uma boa gestão comportamental pode ser também benéfica no recrutamento e seleção de novos funcionários, uma vez que os pontos a serem considerados estão claros e sua equipe de veteranos está alinhada com a cultura da empresa. Além disso, pode contribuir na redução do índice de demissões e fazer com que seus colaboradores se sintam motivados e felizes no ambiente de trabalho, desejando permanecer na empresa.
Além da avaliação de desempenho, a pesquisa de clima organizacional, os programas de capacitação e desempenho e um plano de carreiras são importantes formas de realizar uma boa gestão comportamental.
A gestão comportamental deve estar alinhada ao planejamento estratégico. Ao definir em que posição a empresa está, e aonde ela quer chegar, fica mais fácil identificar quais técnicas de comportamento podem trazer os resultados desejados e tentar desenvolvê-las caso seja necessário.

As ferramentas de gestão comportamental envolvem características comuns e necessárias como foco, conhecimento intrapessoal e interpessoal, criatividade, flexibilidade, resiliência, capacidade de adaptação, congruência, coerência, curiosidade, capacidade analítica e estratégica, dentre outras indispensáveis para manter o bom funcionamento da organização. Por esse motivo, é imprescindível conhecer os métodos de avaliação e identificação dos



O quanto esse conteúdo foi útil?

0 / 5. 0

Compartilhar essa matéria


Artigos relacionados

As principais diferenças entre um CHEFE e um LÍDER.

As principais diferenças entre um CHEFE e um LÍDER.

20/10/2021

Guia completo sobre clima organizacional

Guia completo sobre clima organizacional

15/05/2020

Série “Mulheres de Personalidade”: Analisando o perfil comportamental da Princesa Leia

Série “Mulheres de Personalidade”: Analisando o perfil comportamental da Princesa Leia

26/03/2024